sábado, 3 de setembro de 2016

Valeu Barretão 2016!


Seguraaaa Peão!

Ahhh, beleza, nada como pegar nossas calças agarradas, aquela bota lustrada, chapéu de boiadeiro e claro, uma fivela reluzente e partir para mais um ano de Barretão! Hahaha, tudo bem, nem tanto.


EPTV we love you.

Como todo ano, ficamos na espera do convite da Globo para prestigiar o Barretão no camarote EPTV e em 2016 não poderia ser diferente. Pra começar, a Tamires escolheu muito bem a data: Dia 27, a última noite do evento, que é quando toda energia e toda emoção da festa chega ao ápice. Nos palcos, grandes artistas como Zezé Di Camargo e Luciano, MatoGrosso e Mathias, Gusttavo Lima, Rio Negro e Solimões cantando da moda de viola até o sertanejo universitário. Depois de algumas bebidinhas no camarote descemos para o parque do peão, encontramos a banda No Hands em um dos palcos e partimos para uma pinga com mel. Tudo conspirando para que a gente curtisse e muito, a maior festa de peão de boiadeiro do Brasil.


E o troféu vai para Sky.

Sim, as grandes marcas sempre estão lá e claro, querem marcar o consumidor com uma experiência legal. Ai eu me pergunto: como causar uma experiência legal? É claro, podemos ter mil ideias, cabines fotográficas, diversas gincanas, e vários tipos de brindes para levar essa materialização. Mas quando eu vi a simplicidade e força do que a SKY fez, fiquei de cara. Os caras pegaram na veia, fizeram um stand enorme, bem decorado e deram chapéus personalizados pra uma multidão. Era simples, você entrava na fila, e pegava o chapéu. Sem cadastro, sem burocracia. Era a SKY falando: Você esta no maior rodeio do Brasil e não pode ficar sem chapéu, pega esse aqui. Tenho certeza, o público adorou. Só dava chapéu da Sky pra lá e pra cá rsrsrsrs.


Barretos 2017, estamos prontos.

É sério, cada ano que passa parece que  a gente se envolve mais com essa festa. A primeira vez que você vai, você fica meio deslocado, um monte de gente louca, pra lá e pra cá, gente sendo laçada pelas ruas do recinto, todas as marcas querendo chamar atenção e você lá, no meio de tudo isso. Mas a cada ano a gente entende melhor a essência da festa. A cultura do chapéu, da bota e fivela e do sertanejo. São mais de 60 anos de uma festa que tem a cara do interior do Brasil. É isso, Barretos estamos prontos e ano que vem eu quero um berrante.

Seguraaaaa Peão. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário